Polícia Militar fecha boca de fumo em Deodápolis; quatro pessoas são detidas

Policiais militares da Força Tática e Rádio Patrulha fecharam mais uma boca de fumo e prenderam três autores e um adolescente infrator em Deodápolis.

Boca de fumo funcionava em Deodápolis. Foto: Divulgação
Boca de fumo funcionava em Deodápolis. Foto: Divulgação

Policiais militares da Força Tática e Radio Patrulha fecharam mais uma boca de fumo nesta terça-feira (8) e prenderam três autores e um adolescente infrator, por tráfico de drogas, corrupção de menores, posse irregular de arma de fogo e associação para o tráfico de drogas em Deodápolis (MS).

Uma equipe de Força Tática realizava rondas no município, quando visualizaram um veículo GM Corsa, de cor prata, que ao ver a viatura policial desviou bruscamente entrando em uma linha rural. Diante da fundada suspeita, foi dada voz de abordagem e durante verificação dos documentos pessoas, o abordado, um homem de 37 anos, M.A.C, apresentou nervosismo excessivo e diversas contradições sobre o que motivou ter acelerado o automóvel após ter visualizado uma equipe policial.

No entanto, policias militares já vinham recebendo informações de que ele era um dos fornecedores de substancia ilícita em Deodápolis, em especial cocaína, e que ele utilizava uma propriedade rural e sua residência para as práticas ilícitas. Sendo assim, o abordado autorizou por escrito para que os policiais realizassem buscas nas duas localidades, onde em sua propriedade rural foi encontrado uma munição de calibre 38 e um assessório para carregamento de revólver (jet loader).

Em ato continuo, foi solicitado apoio aos policiais militares de Deodápolis para que fosse feito um monitoramento no outro endereço apontado pelo autor, diante da situação os militares se posicionaram estrategicamente a fim de monitorar a movimentação em frente à casa. Quando um suspeito entrou na residência e pegou algo de uma mulher no quintal.

Cerca de duas quadras a frente o suspeito que foi identificado como sendo um adolescente de 16 anos de idade, (filho do autor que havia sido detido), e abordado, e com ele foram localizados cinco papelotes de cocaína. Questionado onde havia adquirido a droga, o adolescente infrator passou a declarar que soube que a polícia estava atrás de seu pai e para que ele não fosse preso outra vez foi até a residência onde foi recebido por sua madrasta, que lhe entregou o entorpecente na presença de sua irmã de 18 anos de idade.

Com base nesses flagrantes, os militares mediante autorização adentrou na residência e no local foram encontrados três trouxas de cocaína, e uma certa quantidade de pó solto no interior de um pote. Também foram localizados no quarto destinado aos filhos do casal mais uma trouxa de cocaína, embalagens plásticas para embrulho do entorpecente além de bicarbonato de sódio, substancia essa utilizada para mistura. As buscas continuaram e foram encontradas escondidas nas paredes de um quarto várias munições de calibre 38 intactas e duas espingardas aparentemente adaptadas.

Durante as diligências e buscas na residência, estacionou próximo ao local um veículo Astra, de cor preta, que após entrevista com o motorista, o abordado relatou que estaria indo até a referida boca de fumo, para comprar uma parada de cocaína com os proprietários da residência, sendo ele conduzido como testemunha até a delegacia para esclarecimento sobre os fatos narrados.

Diante dos fatos o marido, esposa, cunhada e o filho de 16 anos, receberam voz de prisão e apreensão e foram levados ao hospital Cristo Reis e logo após apresentados a delegacia de Polícia Civil para os demais procedimentos cabíveis.

Material apreendido. Foto: Divulgação
Material apreendido. Foto: Divulgação