A Marinha da Tailândia confirmou que o décimo segundo – e último – menino que estava estava preso em uma caverna e seu técnico de futebol de 25 anos foram resgatados 18h50 às do horário local desta terça-feira (10), 8h50 no horário de Brasília.

A equipe de socorristas trabalhava havia três dias para retirar todas as 13 vítimas da caverna Tham Luang, que se encontra inundada.

Os jovens estão agora em isolamento em uma unidade de terapia intensiva do hospital Chiang Rai Prachanukroh, na província de Chiang Rai, onde recebem cuidados médicos e devem permanecer por pelo menos uma semana.