Idosa é vítima do “golpe do bilhete premiado” e perde R$ 6,5 mil em Nova Andradina

Uma idosa de 64 anos, moradora em Nova Andradina (MS), perdeu R$ R$ 6,5 mil na manhã desta quarta-feira (8), ao cair no "golpe do bilhete premiado".

Uma idosa de 64 anos, moradora em Nova Andradina (MS), perdeu R$ R$ 6,5 mil na manhã desta quarta-feira (8), ao cair no “golpe do bilhete premiado“. A informação é do Jornal da Nova.

Segundo a ocorrência, a vítima foi abordada por uma mulher procurando onde ficava o “Bazar do 13”, pois o dono lhe devia R$ 2 mil. A autora mostrou um papel à vítima e disse que havia pego no bazar, com o proprietário do local.

Em meio a conversa, um homem apareceu, acompanhado de uma mulher, pegaram o papel e disseram que na verdade se tratava de um bilhete premiado da loteria, que foi recebido por engano.

O homem se dispôs a ir até a Caixa Econômica Federal buscar o resultado, deixando a vítima e a comparsa no local à espera. Ao retornar, o homem veio a confirmar que realmente o bilhete estava premiado e que o prêmio seria de R$ 73 mil.

A mulher [autora] que se dizia analfabeta e possuidora do bilhete premiado, veio a perguntar se eles [vítima e comparsa] possuíam a ficha limpa para ajudar ela receber o prêmio e se teriam alguma garantia para provar a idoneidade deles, pois, se provassem serem honestos, iria aceitar a ajuda deles, sendo que faria o seguinte: do valor de R$ 73 mil, ela iria ficar com R$ 60 mil, e daria R$ 13 mil para que eles repartissem entre eles.

O homem para provar que seria confiável pediu que a vítima e sua comparsa esperassem que ele iria até a agência da Caixa sacar uma quantia, sendo que logo em seguida apareceu no local com um maço de dinheiro, dizendo ser a quantia de R$ 20 mil.

Perguntando se a vítima possuía algum valor para provar sua índole, ela falou que tinha uma poupança de R$ 12 mil, logo falaram a ela para sacar uma quantia para provar, sendo que a moça que estava em companhia do homem, acompanhou a vítima até o Banco do Brasil.

A vítima veio a sacar R$ 5 mil na boca do caixa e mais um valor de R$ 1,5 mil no caixa eletrônico, vindo a deixar o dinheiro em um envelope que a tal moça possuía na bolsa dela.

Ao saírem do banco, a moça relatou estar grávida, e já na rua pediu para a vítima buscar água a ela, sendo que próximo a uma loja de vestuário, a vítima ao buscar água para a autora e retornar, veio a perceber que ela havia desaparecido. A vítima foi de imediato ao local onde havia deixado os outros dois e não mais encontrou nenhum dos meliantes.

A vítima registrou o caso na delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here