“Estão me perseguindo e alvo também é o presidente”, diz Flávio Bolsonaro

Em entrevista à Rede TV!, Flávio Bolsonaro deu sua versão sobre o relatório do Coaf que mostra movimentações financeiras atípicas em suas contas bancárias.

Em entrevista à Rede TV! neste domingo (20), o senador eleito pelo Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro (PSL), deu sua versão sobre o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que mostra movimentações financeiras atípicas em suas contas bancárias. Filho mais velho de Jair Bolsonaro (PSL), ele disse ser vítima de uma perseguição. “Não tenho dúvida que estão me perseguindo e o alvo também é o presidente da República”, afirmou.

Durante a entrevista ao jornalista Boris Casoy, Flávio Bolsonaro comentou ainda os valores associados ao seu ex-assessor Fabrício Queiroz. “Sou empresário, eu recebo em um ano muito mais do que eu recebo enquanto deputado. A origem desse dinheiro é meu e depositado na minha conta e estão tentando criminalizar isso”, completou.

Assista a entrevista abaixo: