O ex-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) entrou em conflito com estudantes, na manhã desta quinta-feira (7), durante a sua participação na Bienal da UNE, ao criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ciro gritou para os estudantes: “Eu não sou corrupto. Eu tô solto! É o Lula que está preso, babaca! Provocou, vai ouvir”, declarou. A plateia devolveu com o coro de “Lula livre”.

Durante o evento, o ex-candidato declarou que sempre foi amigo do petista.

A fala de Ciro lembra a de seu irmão Cid Gomes, eleito senador no Ceará, que durante o segundo turno das eleições presidenciais de 2018, também foi vaiado ao criticar duramente a estratégia eleitoral do PT, em evento da campanha de Fernando Haddad (PT).

Bienal da UNE

A 11ª Bienal da União Nacional dos Estudantes começou nesta quarta-feira e segue até domingo, em Salvador.

O músico e ex-ministro Gilberto Gil, homenageado do evento, foi a atração principal da abertura do evento, nesta quarta-feira, às 22h, no Teatro Castro Alves.

Os candidatos à eleição presidencial de 2018, Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulous (PSOL), Sonia Guajajara (PSOL) e Manuela D’Ávila (PCdoB) estavam confirmados para os debates que aconteceram na manhã desta quinta-feira.

O governador do Maranhão, ex-juiz Flávio Dino (PCdoB) e o senador Jaques Wagner (PT) também participam de mesas no mesmo dia.

Os debates culturais trarão figuras como a produtora cultural Paula Lavigne e o ator Antônio Pitanga ainda na quinta-feira. Já na sexta o destaque será diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e coordenador científico do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa, Boaventura de Souza Santos. Todos os debates acontecem no Campus Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A programação cultural ainda traz shows com Baiana System (sexta), Francisco El Hombre, Atoxxa (sábado) que vão rolar no espaço de eventos Wet’n Wild (Av. Luís Viana, 18 – Patamares) e a Culturata, um cortejo estudantil que contará com o som e axé da banda Didá, Filhos de Gandhy e Ilê Ayê também no Sábado que vai sair da Praça Campo Grande e vai até a Praça Castro Alves.