Santos empata com o River Plate-URU. Foto: Reprodução/Twitter
Santos empata com o River Plate-URU. Foto: Reprodução/Twitter

A saga do Santos na Copa Sul-Americana chegou ao fim bem antes do que era esperado. O time brasileiro ficou no empate por 1 a 1 com o River Plate, do Uruguai, no Pacaembu, e está eliminado ainda na primeira fase.

Como o jogo de ida, no Uruguai, terminou empatado por 0 a 0, o gol marcado fora de casa garantiu a classificação do River Plate, que agora aguarda sorteio para conhecer o adversário na próxima fase.

A partida foi disputa com portões fechados ainda pela punição referente à temporada passada, quando torcedores entraram em conflito com policiais na eliminação do Santos para o Independiente, da Argentina, pela Libertadores de 2018.

A Sul-Americana tem sido dura com os brasileiros nessa primeira fase. Além do Santos, Bahia e Chapecoense também já foram eliminados. Corinthians e Fluminense ainda disputam a primeira fase e o Botafogo foi o único que já garantiu a classificação.

Como era de se esperar, o Santos tomou a iniciativa desde o início do jogo, enquanto o River Plate mantinha postura mais defensiva, esperando o adversário para responder com contra-ataques.

No entanto, o time uruguaio conseguia se defender bem e evitar que o Santos conseguisse penetrar na defesa com toque de bola. Nas poucas chances que conseguiu criar na primeira etapa, a equipe brasileira não conseguiu finalizar bem e mandou para longe do gol defendido por Gastón Oliveira.

Logo no início da segunda etapa, veio o castigo. Aos nove minutos, Diego Pituca foi desarmado no meio de campo e o River Plate armou rápido contragolpe. Mauro da Luz foi lança de frente para Vanderlei, driblou o goleiro e tocou para o fundo do gol para abrir o placar.

O Santos buscou a classificação até o final, mas estava sem inspiração. De tanto insistir, o gol do empate veio aos 41 minutos. Jean Mota levantou para a área e Soteldo deu leve desvio, superando o goleiro Gastón Oliveira.

Os minutos finais foram de pressão total do time brasileiro, abusando das bolas levantadas para a área, mas a defesa uruguaia, especialmente com o goleiro Gastón Oliveira, levou a melhor e segurou o empate.