Nádia Sol Neves Rondon, de 38 anos. Foto: Reprodução
Nádia Sol Neves Rondon, de 38 anos. Foto: Reprodução

Uma mulher identificada como Nádia Sol Neves Rondon foi morta com pelo menos 30 facadas na manhã deste domingo (10), no dia em que completou 38 anos. O crime aconteceu na casa onde a vítima morava no bairro Universitário, em Corumbá, na região de fronteira coma Bolívia.

Segundo o Diário Corumbaense, a vítima havia saído com amigas para comemorar o aniversário e quando retornou para casa, foi atacada pelo ex-companheiro, Edevaldo Costa Leite, de 31 anos, que não aceitava o fim do relacionamento. Os golpes atingiram as costas, tórax, rosto e braços. Testemunhas ainda disseram que viram o homem arrastando a vítima pelos cabelos para a rua e logo acionaram a Polícia Militar (PM).

Os bombeiros também foram chamados, prestaram o atendimento emergencial e depois a removeram para o pronto-socorro. Em seguida, a professora foi encaminhada para o centro cirúrgico da Santa Casa de Corumbá, mas não resistiu.

Autor do crime preso

O ex-companheiro procurou a polícia ainda na manhã deste domingo (10) e foi preso. Ele relatou que havia visto a mulher com outra pessoa e isso teria motivado o crime.

Edevaldo Costa Leite, de 31 anos. Foto: Reprodução
Edevaldo Costa Leite, de 31 anos. Foto: Reprodução

Ele está em uma das celas da delegacia e deve passar por audiência de custódia, quando a Justiça irá decidir se o mantém preso.