Greve de caminhoneiros parou o Brasil. Foto: Agência Brasil
Greve de caminhoneiros parou o Brasil. Foto: Agência Brasil

A Abam (Associação Brasileira de Caminhoneiros) e a CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) afirmaram que o pacote de medidas anunciado pelo governo não resolve às principais demandas da categoria.

Nesta quinta-feira (18), representantes dos caminhoneiros revelaram que os profissionais iniciarão uma paralisação a partir da meia-noite do dia 29 de abril.

“A maioria dos grupos de caminhoneiros já decidiu pelo dia 29 de abril, tem uns ou outros que acham que é pouco tempo, que devemos esperar ainda, mas a maioria concorda sobre o dia 29 porque chegamos num ponto que não tem mais condições de trabalhar”, disse Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, um dos representantes da classe.

“Isso não foi uma decisão só minha, foi decidido em grupo por várias lideranças de caminhoneiros”, ressaltou. Ele acredita que, a exemplo do que ocorreu no ano passado, o movimento deve atingir o Brasil inteiro, crescendo à medida que os dias passam.