Ministro Edson Fachin. Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Ministro Edson Fachin. Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi o primeiro a votar no julgamento de um habeas corpus para analisar a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele votou contra a soltura do ex-presidente.

O relator da Lava Jato se posicionou somente na ação em que a defesa questiona decisão do ministro Felix Fischer, do STJ, que rejeitou de forma monocrática, no fim do ano passado, o recurso contra a condenação no triplex.

Os ministros ainda não começaram a discutir a atuação de Sérgio Moro no processo, objeto de outro habeas corpus previsto para ser julgado também nesta terça-feira (25).

*Com informações de O Antagonista