Messi supera Van Dijk e Ronaldo e é o melhor do mundo pela sexta vez

Em cerimônia realizada em Milão, na Itália, a Fifa elegeu Lionel Messi novamente o melhor jogador do planeta com o "The Best".

Messi. Foto: Miguel Ruiz/Barcelona
Messi. Foto: Miguel Ruiz/Barcelona

E mais uma vez deu Lionel Messi. Nesta segunda-feira (23), em cerimônia realizada em Milão, na Itália, a Fifa elegeu o argentino novamente o melhor jogador do planeta com o “The Best”, nome dado à premiação que escolhe o atleta que mais se destacou no futebol mundial em 2019. Para levar o troféu, o camisa 10 do Barcelona superou seu “arquirrival” Cristiano Ronaldo e o zagueiro holandês Virgil van Dijk.

Esse é o sexto prêmio de melhor do mundo de Messi, que já havia recebido a honraria em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, se isolando como o atleta que mais vezes foi o melhor, deixando Cristiano Ronaldo, com cinco conquistas, para trás.

Apesar de ter vencido “apenas” o Campeonato Espanhol na última temporada, Messi teve mais um ano “daqueles”. Na liga nacional, ele anotou 36 gols em 34 jogos, enquanto na Champions League balançou as redes adversárias 12 vezes em nove partidas, se tornando o jogador que mais fez gols no continente europeu pela sexta vez na carreira.

O goleiro brasileiro, Alisson, também foi premiado. Eleito o melhor goleiro da temporada, o arqueiro do Liverpool desbancou Ederson e Ter Stegen. O lateral-esquerdo Marcelo e a meio-campista Marta marcaram presença nas seleções do mundo nas suas categorias.