Babá é presa acusada de dopar criança de 3 anos com rivotril

Uma babá de 43 anos foi presa nesta quarta-feira (20), em Belo Horizonte (MG), por tentativa de homicídio contra uma criança de três anos de idade.

Uma babá de 43 anos foi presa nesta quarta-feira (20), em Belo Horizonte (MG), por tentativa de homicídio contra uma criança de três anos de idade. Ela é suspeita de dopar dois meninos de uma família nos dias em que ela trabalhava na casa de família. A informação é do R7.

A mãe das crianças desconfiou que algo estava errado com os pequenos porque, sempre que eles passavam o dia com a babá, ficavam muito calmos e sonolentos.

Em uma determinada ocasião, a mãe decidiu levar a filha de três anos ao hospital depois de algum tempo em que ela estava bastante prostrada e passando mal. No mesmo dia, ela surpreendeu a babá em casa tentando colocar um remédio em um suco que daria para o outro filho.

No mesmo dia, com o estado de saúde da filha piorando, ela chamou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foi informada pelo médico de que, se o atendimento tivesse demorado mais um pouco, a filha poderia ter ficado com sequelas graves e até correu risco de morte. A menina ficou internada por dois dias até se recuperar.

Em depoimento a mulher negou ter dopado as crianças, disse que foi a única vez que trabalhou como babá.

A babá, que é bacharel em Direito, foi presa temporariamente acusada de tentativa de homicídio.

RIVOTRIL

Relatórios do atendimento médico de uma criança, de 3 anos, comprovaram sua intoxicação por Clonazepan, o princípio ativo do Rivotril — remédio usado por adultos no tratamento de ansiedade, convulsão e epilepsia.