Datena critica Sérgio Moro: agiu como um ‘hacker particular’ ao divulgar conversa

O apresentador José Luiz Datena fez críticas neste sábado (25), ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro.

O apresentador José Luiz Datena fez críticas neste sábado (25), ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro.

Siga o Gazeta do Dia no Google News

“Eu jamais faria isso. Pegar um print de uma afilhada minha, apresentar a uma emissora de televisão, ou para um jornal. Ele padrinho de casamento da Carla Zambelli. Ele usar este print para dizer eu não estou à venda, como ele sempre se apresenta, que ele é incorruptível”, afirmou o apresentador da Band.

“O que me estranha é que o mesmo cidadão que diz que não tem projeto de ser presidente da República é responsável por uma crise que derrubou Lula e que o Lula e o PT dizem que ele não pôde julgar o Lula porque ele estava agindo de uma forma completamente errada e conversando com os procuradores com os quais ele não podia conversar, que ele quando hackeado, falou que isso era crime. Se é crime ser hackeado, por que ele age com um hacker particular e pega um print da própria afilhada dele e mostra numa emissora de audiência enorme?”, questiona Datena.

“O mesmo cara que é responsável pela ida de um ex-presidente da República para a cadeia, que participou do impeachment da Dilma, é o mesmo cara que quer derrubar o Bolsonaro agora, dizendo que tem provas para derrubar o Bolsonaro. Para você achar santo na política brasileira, vai ser duro”, afirma.