Governo disponibilizará R$ 50 milhões para financiar pesquisas de enfrentamento ao coronavírus

Ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, informou que o Governo vai disponibilizar R$ 50 milhões para financiar pesquisas de enfrentamento ao coronavírus.

Ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto. Foto: José Dias/PR
Ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto. Foto: José Dias/PR

Em coletiva à imprensa, realizada nesta terça-feira (7), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), o ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, informou que o Governo Federal vai disponibilizar R$ 50 milhões para financiar pesquisas de enfrentamento ao coronavírus. Pesquisadores de todo o País poderão inscrever seus projetos em 11 linhas temáticas coordenadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) que abordem o desenvolvimento de método de tratamento, prevenção, controle, diagnóstico e produção de vacinas.

Siga o Gazeta do Dia no Google News

Braga Netto também falou sobre o regresso de brasileiros que se encontram no exterior. Ele ressaltou que 129 brasileiros provenientes de Cochabamba, na Bolívia, retornaram ao Brasil nesta terça-feira. Segundo ele, o Governo brasileiro já ajudou no retorno de cerca de 12 mil brasileiros no exterior. “Amanhã decolará da China o segundo avião de uma série de cinco com materiais médico-hospitalares. Os outros três voos deverão ocorrer ainda este mês”, complementou.

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, falou sobre as medidas tomadas pela instituição financeira no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). De acordo com Neto, o Banco Central entendia que o primeiro setor a ser atendido seria o de pequenas e médias empresas. Com isso, fizeram o Programa da Folha de Pagamento. “A notícia boa é que a transferência do Tesouro para o BNDES deve sair hoje. Estamos fazendo em até 15 dias o que os Estados Unidos vão fazer em 30 dias. Eu sei que há uma ansiedade para que o dinheiro chegue logo na ponta, mas se compararmos o Brasil com o resto do mundo nós fomos rápidos, eficientes e grandes”, concluiu.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que, em avaliação feita pelo Banco Mundial, a série de esforços e conjunto de ações tomadas pelo governo, para o enfrentamento dos efeitos do coronavírus, colocam o Brasil como melhor organização e melhor enfrentamento até o momento. Sobre as pesquisas clínicas, o ministro informou que 9 ensaios clínicos brasileiros já estão em andamento e que os resultados preliminares devem sair a partir de 20 de abril.

Mandetta lembrou que o Ministério da Saúde já liberou o uso de cloroquina e hidroxicloroquina para todos os pacientes internados em estados graves e moderados. Mas, segundo ele, o uso em casos leves ainda há dúvidas por conta dos efeitos colaterais.

Além disso, Mandetta informou que o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 53 milhões de equipamentos até agora, entre máscaras, aventais, luvas, óculos para os estados. “A gente pretende embarcar até 40 milhões de equipamentos até sexta (10) da compra de 200 milhões de equipamentos que fizemos”, informou.

O ministro ainda informou que foi iniciada a construção do primeiro hospital de campanha em Águas Lindas (GO). “Nós vamos montar o hospital, o ministro Tarcisio da Infraestrutura fez toda a parte de contratação da equipe. O hospital vai nos custar R$10 milhões com a estimativa da conclusão da obra em 15 dias após o início”, concluiu o ministro.