Nelson Teich reconhece ‘agravamento’ da situação do coronavírus no Brasil

Nelson Teich disse que considera que os números dos casos de covid-19 apontam que há "agravamento da situação" da doença no Brasil.

Ministro da Saúde, Nelson Teich. Foto: José Dias/PR
Ministro da Saúde, Nelson Teich. Foto: José Dias/PR

O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse nesta terça-feira (28) que considera que os números do mais recente balanço dos casos de covid-19 apontam que há “agravamento da situação” da doença no Brasil.

Siga o Gazeta do Dia no Google News

“O que tem que ficar claro é um número que vem crescendo. Alguns dias atrás eu coloquei que isso poderia ser um acúmulo de casos de dias anteriores, que foi simplesmente resgatado, mas como a gente tem uma manutenção desses números elevados e crescentes, a gente tem que abordar isso como um problema, com uma curva que vem crescendo, com o agravamento da situação”, disse ele.

Teich fez a ressalva de que, na análise da pasta, o agravamento “continua restrito” a algumas localidades que estão enfrentando as “maiores dificuldades”. Ele listou Manaus, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

474 mortes em 24h

O Brasil bateu novo recorde de mortes em um dia em razão da pandemia do novo coronavírus, com 474. Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta terça-feira (28), o total subiu para 5.017, aumento de 10,4%. O acréscimo mais alto até então havia sido na quinta-feira (23), quando foram contabilizados 407.