Dourados registra primeiro caso de coronavírus na Reserva Indígena

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou o primeiro caso de coronavírus dentro de Reserva Indígena, em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou o primeiro caso de coronavírus dentro de Reserva Indígena, em Dourados, no Mato Grosso do Sul. A paciente tem 35 anos e está em isolamento domiciliar. Não foi especificado em qual aldeia [Bororó ou Jaguapiru] ela reside.

Siga o Gazeta do Dia no Google News

De acordo com o governo do Estado, a mulher trabalha em um frigorífico do grupo JBS e logo após ser comunicada do resultado do exame, a SES entrou em contato com a diretoria da unidade, que acionou de imediato o plano de contingência interno da empresa.

Tanto a Secretaria de Estado, quanto a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, o DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) e a JBS estão fazendo o levantamento com as informações de todas as pessoas que tiveram contato com o caso confirmado.

Essa rede de contato está sendo avaliada para rastreio e intervenção, tanto da aldeia, como fora dela e fará exames para o covid-19.

O caso traz preocupação considerando que Dourados possui a maior população deste grupo do Estado, totalizando 17,3 mil indígenas. “Toda equipe de saúde está trabalhando para conter o avanço da doença”, reforça o titular da pasta, Geraldo Resende.

A partir deste primeiro caso registrado, o plano de ação da saúde indígena passa para a segunda etapa na qual será feita ampla testagem na população indígena.

Com essa nova confirmação, Dourados tem agora 22 pessoas infectadas com a doença e um óbito.

*Com informações do Dourados News