‘Lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo’, diz Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse lamentar as mortes provocadas pelo coronavírus, mas afirmou que é "o destino de cada um".

Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (2), no Palácio da Alvorada, lamentar as mortes provocadas pelo coronavírus, mas afirmou que é “o destino de cada um”.

Siga o Gazeta do Dia no Google News

Mencionando passagens da Bíblia, uma apoiadora religiosa pediu “uma palavra de conforto nessa hora”. “Pode ter fé e acreditar que a gente vai mudar o Brasil”, disse Bolsonaro.

A apoiadora então insistiu: “E para os enlutados, que são inúmeros, o que o senhor diria?”, indagou.

“Eu lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”, respondeu o presidente.

*Com informações do G1