Padre de São Paulo diz que Bolsonaro é “bandido” durante missa; veja o vídeo

O padre Edson Adélio Tagliaferro chama Bolsonaro de “bandido”, e diz que quem votou nele deveria se confessar pelo pecado que cometeu.

Um padre do interior de São Paulo fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro. A fala ocorreu durante missa exibida na internet na última quinta-feira (2), porém o vídeo viralizou nas redes sociais neste domingo (5).

Siga o Gazeta do Dia no Google News

No vídeo, o padre Edson Adélio Tagliaferro, da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, de Artur Nogueira, chama Bolsonaro de “bandido”, e diz que quem votou no atual presidente da República deveria se confessar pelo pecado que cometeu.

“Vocês querem que eu fale aquilo que todo mundo fala, que não deixam ele trabalhar? Não! Bolsonaro não presta. Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido para presidente”, afirmou.

Veja o vídeo abaixo: