PGR prorroga atuação da Operação Lava Jato no Paraná

A PGR prorrogou os trabalhos da força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato no Paraná até 31 de janeiro de 2021.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) prorrogou os trabalhos da força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato no Paraná até 31 de janeiro de 2021. De acordo com a PGR, 14 membros do Ministério Público Federal (MPF) foram autorizados a prosseguirem nos trabalhos.

+ Siga o Gazeta do Dia no Google News

De acordo com a procuradoria, 11 dos 14 procuradores terão dedicação exclusiva nas investigações da força-tarefa. O prazo concedido pela PGR é menor que o solicitado pelo grupo, que pediu mais um ano para continuar com o trabalho. Além disso, o documento que será publicado para oficializar a medida ainda deve sugerir alterações no funcionamento das forças-tarefas para evitar a ausência de procuradores nos seus estados de origem por muito tempo.

A prorrogação ocorre uma semana após a força-tarefa anunciar que o procurador Deltan Dallagnol deixou o comando das investigações após seis anos no cargo. A vaga foi ocupada pelo procurador da República Alessandro José Fernandes de Oliveira, que também tem atuação no combate ao crime organizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui