Rússia oferece medicamento contra covid-19 para Brasil e outros 16 países

Rússia afirma que a droga, feita à base de favipiravir, foi aprovada em 29 de maio pelo Ministério de Saúde para o tratamento da covid-19.

Rússia oferecerá o Avifavir, remédio para tratar o novo coronavírus ao Brasil. Foto: Reprodução/Fundo Russo de Investimento Direto
Rússia oferecerá o Avifavir, remédio para tratar o novo coronavírus ao Brasil. Foto: Reprodução/RDIF

A Rússia informou nesta quinta-feira (24) através de seu fundo de investimento direto (RDIF) e o Grupo Chemrar, que chegou a um acordo para oferecer o Avifavir, usado no tratamento contra o novo coronavírus, para o Brasil e outros 16 países.

+ Siga o Gazeta do Dia no Google News

A droga, feita à base de favipiravir, foi aprovada em 29 de maio pelo Ministério de Saúde da Rússia para o tratamento de pacientes com covid-19.

Segundo o RDIF, fazem parte da lista de países que poderão receber o medicamento África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Brasil, Bulgária, Chile, Colômbia, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Equador, Honduras, Kuwait, Panamá, Paraguai, Sérvia e Uruguai.

Além destes, o Avifavir já foi disponibilizado à Bielorússia, Bolívia, Cazaquistão, Quirguistão, Turcomenistão e Uzbequistão. O Fundo informou que a Bolívia foi o primeiro país da América Latina a receber o medicamento, com a entrega de 150 mil pacotes em 21 de setembro.

O órgão russo destacou um estudo realizado pelo grupo japonês Fujifilm que corrobora a eficácia de medicamentos à base de faviparitr contra o novo coronavírus.

Na Rússia, os testes com o Avifavir mostram recuperação 30% mais rápida de pacientes que fizeram uso do medicamento, além de restauração duas vezes mais rápida do nível de saturação de oxigênio no corpo, segundo o comunicado do RDIF.