Covid-19: Brasil tem 5,35 milhões de casos e 156,4 mil mortes

O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 5.353.656 no Brasil.

O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 5.353.656 no Brasil. Nas últimas 24 horas, foram registrados 30.026 novos casos. Ontem, o total estava em 5.323.630.

Já o número de mortes em decorrência da covid-19 atingiu 156.471. Ontem, o sistema de dados sobre a pandemia marcava 155.900 óbitos gerados pela doença. Ainda há 2.374 falecimentos em investigação.

Ainda há 399.313 casos em acompanhamento. De acordo com o Ministério da Saúde, 4.797.872 pessoas já se recuperaram da doença.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta sexta-feira (23). O balanço é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de saúde e enviados à pasta para consolidação.

Hoje o órgão divulgou também o Boletim Epidemiológico, que trouxe uma queda tanto nos casos quanto nas mortes na última semana epidemiológica em comparação com a anterior.

Estados

Os estados com mais mortes são São Paulo (38.608), Rio de Janeiro (20.115), Ceará (9.244), Minas Gerais (8.686) e Pernambuco (8.531). Com os números de hoje, Minas Gerais ultrapassou estado de Pernambuco e se tornou a quarta maior Unidade da Federação em número de mortes no país. As Unidades da Federação com menos casos são Acre (686), Roraima (691), Amapá (740), Tocantins (1.078) e Mato Grosso do Sul (1.538).

São Paulo

O estado de São Paulo registra 1.083.641 casos confirmados do novo coronavírus. Dentre os casos diagnosticados, 965.971 pessoas já estão recuperadas da doença.

Há, neste momento, 7.106 pessoas internadas em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus. Desse total, 3.128 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva (UTI). A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado é, atualmente, a mais baixa desde o início da pandemia do novo coronavírus: 39,9%. Na Grande São Paulo, a taxa é de 40,2%.

Enfim, o que achou da matéria?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!