Aneel aprova aumento de 52% em taxa extra da conta de luz

A Aneel anunciou o reajuste da bandeira tarifária patamar 2 em 52%, passando de R$ 6,24 por 100 kWh para R$ 9,49 por 100 kWh.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira (29) o reajuste da bandeira tarifária patamar 2 em 52%, passando de R$ 6,24 por 100 kWh para R$ 9,49 por 100 kWh. O aumento acontece em meio à maior crise hídrica nos últimos 91 anos.

O patamar 2 da bandeira vermelha é a tarifa de energia mais cara e está em vigência nas contas de luz da população. Ela foi prorrogada após a continuidade da falta de chuvas, que provocou uma busca do governo federal para compra de energia.

A Aneel informou ainda que o reajuste da bandeira tarifária deveria ser de 84%, mas que segurou o forte aumento para abrir consulta pública sobre a metodologia de escolha de tarifas . No entanto, após a consulta, a agência poderá reajustar ainda mais a bandeira vermelha.

Os novos valores da bandeira vermelha passam a valer a partir de julho.

Os diretores da Aneel ressaltam a preocupação com a falta de chuvas no país e a escassez no fornecimento de energia. Nos últimos dias, o governo federal publicou uma medida provisória (MP) para compra de energia de termelétricas, que poluem mais do que hidrelétricas.

Na segunda-feira (28), o Planalto assinou outra MP em que repassa o gerenciamento da crise hídrica para o Ministério de Minas e Energia , aumentando os poderes do ministro Bento Albuquerque e tirando a autonomia do Ibama e da Agência Nacional de Águas (ANA) no gerenciamento de reservatórios. Em pronunciamento em cadeia nacional, Albuquerque pediu economia de energia elétrica e água para evitar o racionamento obrigatório.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!