Homem pagou R$ 50 e filmou abuso sexual de garoto autista em Angélica

O homem de 56 anos preso por estuprar um adolescente de 13 anos em Angélica (MS) pagou R$ 50 para manter relações sexuais com o menino.

O homem de 56 anos preso pela Polícia Civil por estuprar um adolescente de 13 anos em Angélica, Mato Grosso do Sul, pagou R$ 50 para manter relações sexuais com o menino, diagnosticado com autismo leve e ainda filmou o crime. A informação é do Campo Grande News.

+ Dois homens morrem em confronto com a polícia em Dourados
+ Justiça italiana confirma condenação de Robinho por crime sexual
+ Dourados: casal é encontrado morto em quarto de hotel

Estupro passou a ser apurado após os pais do garoto encontrarem conversas de WhatsApp entre o filho e o suspeito e resolverem levar o caso a polícia. Diante das provas, a justiça decretou a quebra do sigilo de dados do suspeito, acesso aos aparelhos eletrônicos dele e mandado de busca e apreensão em sua casa, além da prisão preventiva.

O homem foi preso no dia 16 de junho. Além dele, um líder religioso da cidade, acusado do estupro de duas adolescentes da igreja que liderava, também foi preso.

Durante as investigações, os policiais constataram que o alvo da ação pagou R$ 50 pelo estupro, que aconteceu na casa do menino quando os pais não estavam em casa. Ainda afirmou ao adolescente que ajudava “com uns trocos” a “todos os garotos” com quem saia, dando a entender ter cometido o mesmo crime com outras vítimas.

Foi descoberto ainda que o homem filmou o estupro do adolescente. Depois do crime, nas conversar pelo aplicativo, o construtor chegou a “sugerir” um novo encontro com a vítima, mas como a presença de um “amigo” dele. O menino é portador de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) e leve autismo.

O Ministério Público se manifestou contra a liberdade do suspeito e defendeu que as conversas provam que solto ele por cometer o crime contra outras vítima e até revitimizar o adolescente.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!