Jair Bolsonaro prorroga auxílio emergencial por mais três meses

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (05) a medida provisória (MP) que prorrogação do auxílio emergencial até outubro.

Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (05) a medida provisória (MP) que prorrogação do auxílio emergencial até outubro. A medida já era esperada após o anúncio do ministro da Economia, Paulo Guedes, no último mês.

Os valores do benefício, no entanto, vão se manter entre R$ 150 e R$ 375. A extensão do auxílio era uma cobrança de parlamentares e da equipe econômica até o fim dos estudos do novo programa social do governo federal, que deverá substituir o Bolsa Família.

O Palácio do Planalto se apoia nos pedidos de governadores e pressão de parlamentares que afirmam acreditar em mais de 70% da população imunizada em três meses. Entretanto, especialistas veem a possibilidade de a vacinação não se concretizar e aumentar a pressão contra o Planalto para a renovação do auxílio até dezembro . A equipe econômica já trabalha com a possibilidade, considerando que os valores são contabilizados fora do Teto de Gastos.

A equipe de Guedes prevê que a reformulação do Bolsa Família deve sair em setembro e torce pela aprovação do Congresso Nacional em outubro. O benefício terá valores parecidos com o auxílio emergencial. Membros do alto escalão do governo acredita que as mudanças no benefício podem ser um ponto positivo para Jair Bolsonaro na disputa das eleições do próximo ano.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!