Pix já movimentou mais de R$ 113 bilhões no Sicoob

Pix caiu no gosto do mercado e se consolida cada vez mais como um importante instrumento para a realização de transferências financeiras.

Desde o seu lançamento, o Pix caiu no gosto do mercado e vem se consolidando cada vez mais como um importante instrumento para a realização de transferências financeiras. No Sicoob, o Pix já é responsável por 74,57% do total de transferências, com um volume financeiro de R$ 113,5 bilhões e 68,5 milhões de transações. São mais de 2,2 milhões de chaves ativas, cadastradas pelos cooperados e poupadores.

Por esse motivo, o Sicoob está trabalhando incansavelmente na busca de evoluções do produto e implantação de várias funcionalidades. Dentre elas, estão o Pix Agendado, o Pix Conta Salário e o Pix Cobrança, uma espécie de “boleto sem papel” que estará disponível a todos os cooperados.

O Sicoob também foi pioneiro no desenvolvimento de uma plataforma destinada a utilização pelo microempreendedor e pequenas empresas. Essa ferramenta, além de permitir a geração de QR Codes personalizados para cada funcionário (garçons, vendedores, entregadores ou operadores de caixa), permite a emissão de relatórios, gráficos e outros instrumentos de gerenciamento financeiro e de vendas pelo comerciante. O Sicoob está, ainda, preparando a oferta do Pix nas suas maquininhas Sipag, além de incluí-lo como forma de pagamento no seu marketplace, o Coopera.

Segundo Gil Marcos Saggioro, superintendente de Operações Bancárias, apesar de o Banco Central permitir a cobrança de tarifas para a utilização do Pix, no Sicoob as transações são totalmente gratuitas, inclusive para pessoas jurídicas, reforçando o compromisso institucional de disponibilizar um portfólio de produtos e serviços cada vez mais abrangente e com melhores condições para os cooperados.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!