Ministério da Saúde libera segunda dose da Pfizer para quem tomou Astrazeneca

O Ministério da Saúde liberou a aplicação da vacina da Pfizer como substituta para a segunda dose que deveria ser da AstraZeneca.

O Ministério da Saúde liberou, em nota técnica, os municípios a aplicarem a vacina da Pfizer como substituta para a segunda dose que deveria ser da AstraZeneca.

Isso ocorre por causa da escassez de novas doses do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford. Em uma nota técnica, o órgão afirma que a troca desses imunizantes é recomendada “em situações de exceção, onde não for possível administrar a segunda dose da vacina com uma vacina do mesmo fabricante, seja por contraindicações específicas ou por ausência daquele imunizante no país”.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!