Bebê de 2 anos foi morto sufocado pelo irmão de 14 anos na fronteira

Informações levantadas até o momento, apontam que o irmão da criança, de 14 anos, teria cometido o crime de forma acidental.

Médico encarregado de fazer a inspeção preliminar do corpo do menino, de apenas 2 anos, encontrado morto na casa onde morava, nesta quarta-feira (1º), em Pedro Juan Caballero, disse que a causa provável da morte é asfixia.

A procuradora do caso Reinalda Palacios destacou que, informações levantadas até o momento, apontam que o irmão da criança, de 14 anos, teria cometido o crime de forma acidental.

Segundo a promotora, foi comparada a caligrafia do bilhete deixado com a do adolescente.

Ele teria escrito o aviso para despistar a polícia. O adolescente fugiu de casa em uma bicicleta na tarde de ontem, segundo imagens das câmeras de segurança.

O adolescente foi levado para a sede da Polícia Nacional, no Bairro Jardim Aurora, conforme informações do site ABC Color.

Entenda 

Bebê de dois anos foi achado morto, na cama da casa onde morava, na tarde desta quarta-feira (1º), em Pedro Juan Caballero. Havia um bilhete ao lado do corpo, dizendo que o filho dela ‘’viu algo que não devia’’.

Segundo o Ponta Porã News, o caso ocorreu no bairro Bernardino Caballero. O pequeno estava com o rosto coberto e o outro filho da mulher, de 14 anos, está desaparecido.

Ainda conforme o site, a mulher saiu para trabalhar pela manhã e quando voltou, pela tarde, viu a cena bárbara. A mãe entrou em estado de choque e precisou ser socorrida ao hospital público local.

O bilhete estava escrito em espanhol.

‘’Lo siento. Su hijo vio algo que no devia ver. Tenemos el outro hijo mayor’’. (Sinto muito, seu filho viu algo que não devia ver. Estamos com seu outro filho maior’’, disse o texto.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!