Morre Sérgio Mamberti, o Dr. Victor do Castelo Rá-Tim-Bum

O ator Sérgio Mamberti, de 82 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (3). A informação foi confirmada pelo filho dele, Carlos Mamberti.

Sérgio Mamberti. Foto: Reprodução/Instagram
Sérgio Mamberti. Foto: Reprodução/Instagram

O ator Sérgio Mamberti, de 82 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (3). A informação foi confirmada pelo filho dele, Carlos Mamberti, ao site G1. O artista estava internado em um hospital da rede Prevent Senior, na capital paulista. Carlos contou que o pai estava intubado, com uma infecção nos pulmões. Ele morreu em decorrência de falência múltipla de órgãos.

Em julho deste ano, Mamberti havia sido hospitalizado para tratar de uma pneumonia e chegou a passa por uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Após cerca de 15 dias, se recuperou e teve alta. Em abril, o ator lançou o livro “Mamberti: Senhor do Meu Tempo”. Apesar da idade avançada, ele tinha novos projetos para o futuro, um longa-metragem, um documentário sobre sua carreira e o retorno de Doutor Victor, um de seus personagens mais emblemáticos.

Além do seriado infanto-juvenil, o ator também participou de produções da TV Globo, como “A diarista” e “Os normais”. Mais recentemente estava presente no elenco da série “3%”, da Netflix. Nos palcos, Mamberti dirigiu peças importantes, incluindo a premiada “Um Panorama Visto da Ponte”. No cinema, ele estreou em 1966 com a comédia “Nudista à força”, de Victor Lima. Depois, engatou sucessos como “O Bandido da Luz Vermelha” (1968), “Toda Nudez Será Castigada” (1973), “O Homem do Pau Brasil” (1980), “A Hora da Estrela” (1985), “A Dama do Cine Shangai” (1987), entre outros longas.

O artista nasceu em 22 de abril de 1939, na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Ao longo de seis décadas, dedicou-se à arte e à cultura brasileira por meio de diversas atividades. Foi ator, diretor, produtor, autor, artista plástico e ocupou vários cargos políticos no Ministério da Cultura. Sergio Mamberti deixa os filhos biológicos Duda, Carlos e Fabrício Mamberti, da união com Vivien Mahr, com quem foi casado entre 1964 e 1980; e também deixa Daniele, que adotou durante o relacionamento com Ednaldo Torquato, que morreu em 2019.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!