Após suspensão, alunos soltam rojão dentro da escola e professor é atingido

Dois alunos jogaram rojões dentro da escola após serem suspensos. O caso aconteceu na Escola Estadual Mariano de Oliveira.

Alunos soltam rojões dentro da escola. Foto: Reprodução
Alunos soltam rojão dentro da escola. Foto: Reprodução

Dois alunos soltaram rojão dentro da escola após serem suspensos. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (29), na Escola Estadual Mariano de Oliveira, que fica no bairro de Pirituba, em São Paulo (SP).

Os alunos, de 18 e 19 anos, haviam sido suspensos após chegarem atrasados para aula, inconformados com a suspensão, retornaram à escola portando os artefatos.

Os estudantes pularam o muro da escola antes de seguir em direção ao corredor das salas de aula, onde lançaram dois rojões que atingiram uma lâmpada e um dos professores. Eles fugiram em seguida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Militar (PM) foi acionada e encontraram os alunos próximo ao Mercado Municipal de Pirituba.

Na escola, eles contaram a mesma versão dada pela direção, e depois, foram levados para a delegacia.

O que diz a Seduc-SP

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) em nota, afirmou que repudia todo e qualquer ato de violência ou incitação à violência, dentro ou fora das escolas. Disse ainda que os alunos que aparecem no vídeo soltando os rojões são maiores de idade e já foram identificados.

“A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo se solidariza com o professor e informa que ele não sofreu ferimentos”, diz a nota. “Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso será inserido no Placon, a plataforma do Conviva-SP que é usada para registrar todas as ocorrências escolares”, diz o documento.

Ainda de acordo com a secretaria, o caso está sendo acompanhado pela Diretoria Regional de Ensino e a direção da E.E. Mariano de Oliveira vai se reunir com o Conselho Escolar para definir as punições que serão aplicadas aos alunos, respeitando o direito à educação.

A Secretaria de Segurança Pública disse, também em nota, que dois jovens, de 18 e 19 anos, são investigados e que o caso foi registrado como ameaça, perturbação do trabalho ou do sossego alheios e perigo para a vida ou saúde de outrem pelo 33º Distrito Policial – Pirituba.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Brasil e no mundo?

Então nos siga em nossas redes sociais, como o Facebook, Instagram e Google News. Assim, você acompanhará tudo sobre economia, esporte, tecnologia, saúde e muitas outras matérias interessantes.