Sobe para 130 o número de mortos na tragédia das chuvas em Petrópolis (RJ)

Subiu para 130 o número de mortos na tragédia das chuvas em Petrópolis, na região serrana, na manhã desta sexta-feira (18).

Enchentes em Petrópolis (RJ). Foto: Governo do Estado do RJ/Divulgação
Enchentes em Petrópolis (RJ). Foto: Governo do Estado do RJ/Divulgação

Subiu para 130 o número de mortos na tragédia das chuvas em Petrópolis, na região serrana, na manhã desta sexta-feira (18). Ao menos 218 pessoas estão desaparecidas na cidade, segundo a última atualização da Polícia Civil.

Na tarde desta quinta-feira (17), voltou a chover no município, que há dois dias foi castigado pela pior tempestade dos últimos 90 anos. A Defesa Civil acionou sirenes em 14 localidades e emitiu alerta de mobilização para evacuação de moradores das áreas de risco do Quitandinha.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais, foi possível ver que as ruas voltaram a ficar alagadas em alguns pontos, como no bairro Alto da Serra. Ainda há previsão de chuva até sábado (19).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As autoridades também continuam em alerta para riscos de novos deslizamentos. A rua Nova, na comunidade 24 de Maio, e a rua Teresa, na Vila Manoel Correa, foram interditadas. A Defesa Civil realizou a evacuação das áreas.

“De acordo com a análise de geólogos da Defesa Civil, a situação requer a ação de caráter preventivo, tendo em vista as grandes dimensões do bloco rochoso existente na região, que está localizado a montante da Rua Nova, em meia encosta”, informou por meio de nota.

As pessoas desalojadas foram encaminhadas para a Escola das Comunidades Santo Antônio, já que a estrutura para acolhimento da população que funcionava no bairro teve que ser desmobilizada por conta do risco no momento.

A orientação é que a população busque locais seguros, como os pontos de apoio. De acordo com a Defesa Civil, essas estruturas estão ativas nas escolas Marcelo Alencar, na avenida Amaral Peixoto; Chiquinha Rolla, na rua Campos, n° 1; e Escola Paroquial Bom Jesus, na rua Dr. Thouzet, n° 820.

Cerca de 500 bombeiros atuam nas buscas por vítimas em Petrópolis, com a ajuda de cães farejadores, viaturas do tipo 4×4 e botes, além de aeronaves das forças de segurança do Estado.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!