Caminhoneiros fazem bloqueio contra alta do diesel na fronteira de Mato Grosso do Sul

Caminhoneiros estão bloqueando estradas no Paraguai em protesto contra a alta do diesel. O preço dos petróleos disparou no país.

Caminhoneiros estão bloqueando estradas no Paraguai em protesto contra a alta do diesel. Assim como ocorre em vários países devido à guerra da Rússia contra a Ucrânia, o preço dos petróleos disparou nos últimos dias no país que tem pelo menos 600 quilômetros de fronteira seca com Mato Grosso do Sul.

Ontem, os caminhoneiros bloquearam a Ponte da Amizade, entre Ciudad Del Este e Foz do Iguaçu (PR). Nesta terça-feira, o protesto chegou à linha internacional com MS. Os manifestantes estão concentrados a 5 km de Pedro Juan Caballero, na Ruta 05, que liga a cidade-gêmea de Ponta Porã à capital Asunción.

Associações que representam os caminhoneiros paraguaios só aceitam se reunir com o governo de Mario Abdo Benítez após a retirada do ISC (Imposto Seletivo ao Consumo) dos combustíveis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entretanto, autoridades do governo nacional já descartaram essa possibilidade. O senador Enrique Salyn Buzarquis chegou a apresentar projeto para eliminar o imposto, mas a proposta não foi para frente. A alegação é de que a retirada desse imposto não surtiria efeito para baixar os preços.

Na rodovia entre Pedro Juan Caballero e Asunción não houve ainda bloqueio total e apenas caminhoneiros estão sendo convidados a aderir à paralisação. Já na Ponte da Amizade a interdição é total. Crianças paraguaias que estudam no lado brasileiro tiveram de cruzar a ponte a pé para chegar às escolas em Foz do Iguaçu.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!