Com alta do petróleo, Petrobras tem lucro de R$ 44,5 bilhões

A Petrobras informou nesta quinta-feira (5) que registrou lucro líquido de R$ 44,561 bilhões no primeiro trimestre.

Petrobras informou nesta quinta-feira (5) que registrou lucro líquido de R$ 44,561 bilhões no primeiro trimestre. O resultado foi 3.718,4% maior do que apurado no mesmo período do ano passado, quando a estatal reportou ganhos de R$ 1,167 bilhão.

Trate-se do maior lucro já divulgado por um empresa de capital aberto para o primeiro trimestre, segundo um levantamento elaborado por Einar Rivero com a plataforma da TC/Economatia.

“Este resultado financeiro deve-se ao fato de termos agora uma Petrobras saneada, que reduziu os encargos com pagamento de dívida, investe com responsabilidade e opera com eficiência”, afirmou Mauro Coelho, em comunicado divulgado pela estatal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante uma live nesta quinta, Bolsonaro afirmou que os lucros registrados pela Petrobras são “um estupro” e pediu que a estatal não suba os preços dos combustíveis.

Em abril, Bolsonaro demitiu o general Joaquim Silva e Luna do comando da estatal em meio aos reajustes dos preços dos combustíveis. Ele foi substituído por José Mauro Coelho.

O resultado também superou as projeções de analistas consultados em pesquisa da Refinitiv, que indicavam R$ 43,48 bilhões.

No primeiro trimestre deste ano, o lucro da estatal antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda ajustado) foi de R$ 77,710 bilhões, um crescimento de 58,8% na comparação com os três primeiros meses do ano passado. Em relação ao último trimestre de 2021, a alta foi de 23,5%.

O desempenho nos primeiros três meses foi impulsionado pela alta do preço do petróleo, aumento da produção e valorização do real em relação ao dólar. Com a guerra entre Ucrânia e Rússia, os preços do petróleo atingiram patamares recordes neste início de ano – o barril do Brent chegou a rondar a casa dos US$ 140.

A média do preço do barril do tipo Brent no trimestre foi de US$ 101, patamar que não ocorria desde o primeiro trimestre de 2014, quando a média do preço do barril foi de US$ 108, segundo a estatal.

Receita em alta; dívida em queda

Nos primeiros três meses do ano, a Petrobras registrou receita líquida de R$ 141,641 bilhões, um avanço de 64,4% ante o primeiro trimestre de 2021 e de 5,6% em relação ao último trimestre do ano passado.

Entre o primeiro trimestre de 2021 e de 2022, a dívida bruta da companhia recuou de US$ 70,966 bilhões para US$ 58,554 bilhões. No mesmo período, a dívida líquida caiu de US$ de 58,424 bilhões para US$ 40,072 bilhões.

Dividendos

Nesta quinta-feira, o conselho de administração da Petrobras aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 3,715490 por ação preferencial e ordinária em circulação, somando R$ 48,5 bilhões.

📲 Confira as últimas notícias do Gazeta do Dia
📲 Siga o Gazeta do Dia no Facebook e no Instagram
📲 Siga as notícias Gazeta do Dia no Google News