Jair Bolsonaro defende a preservação do meio ambiente em discurso nos Estados Unidos

O presidente Jair Bolsonaro falou em "ataque claro às liberdades individuais" e afirmou que o seu governo trabalha pela democracia.

Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR

Em discurso na segunda sessão plenária da IX Cúpula das Américas, em Los Angeles, nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro disse, nesta sexta-feira (10), que o Brasil é um dos países que mais preservam o meio ambiente. O chefe do Executivo brasileiro também falou em “ataque claro às liberdades individuais” e afirmou que o seu governo trabalha pela democracia.

Alexa com mais de R$ 100 de desconto! Com opção de FRETE GRÁTIS! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto. Confira clicando aqui.

“Somos um dos países que mais preservam o meio ambiente e suas florestas. Temos a matriz energética mais limpa e diversificada do mundo. Mesmo preservando 66% de nossa vegetação nativa e usando apenas 27% do nosso território para a pecuária e agricultura, somos uma potência agrícola sustentável”, disse Bolsonaro.

“Nenhum país do mundo possui uma legislação ambiental tão completa e restritiva. Nosso Código Florestal deve servir de exemplo para outros países. Afinal, somos responsáveis pela emissão de menos de 3% do carbono do planeta, mesmo sendo a décima economia do mundo”, completou.

Na sequência, Bolsonaro destacou que há ataque contra as “liberdades individuais por opinar de forma diferente”. “Ao longo de meu mandato, o Brasil manteve-se presente nos foros hemisféricos e regionais, trabalhando pela democracia, pela liberdade e pela prosperidade econômica e social”, disse.

No fim de seu discurso, Bolsonaro improvisou e falou sobre o encontro que teve na última quinta-feira (10) com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. O líder brasileiro afirmou ainda que está “maravilhado” com o estadunidense.

“Ficamos por 30 minutos sentados, numa distância inferior a 1 metro e sem máscara. Senti do presidente Biden muita sinceridade e muita vontade de resolver certos problemas que fogem obviamente de total responsabilidade de cada um de nós, mas juntos poderemos buscar alternativa para pôr um fim nesses conflitos”, contou.

“A experiência de ontem foi simplesmente fantástica. Estou realmente maravilhado e acreditando em suas palavras e naquilo que foi tratado reservadamente entre nós”, completou.

Encontro com Joe Biden

Bolsonaro embarcou para Los Angeles na última quarta-feira (8). No dia seguinte, encontrou-se com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, por cerca de 35 minutos e depois participou da Cúpula das Américas, evento que reúne líderes de todo o continente.

Durante o primeiro encontro entre os líderes desde que o democrata assumiu a Casa Branca, em janeiro do ano passado, foram discutidos temas como preservação do meio ambiente e defesa do regime democrático.

O chefe do Executivo voltou a levantar suspeitas sobre o pleito brasileiro e disse que deixará a Presidência da República “de forma democrática” em eventual derrota nas eleições deste ano – ele aparece em segundo lugar nas pesquisas eleitorais, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na conversa, Bolsonaro afirmou ao presidente dos Estados Unidos que o Brasil sente a sua soberania sobre a Amazônia ameaçada. O chefe do Executivo brasileiro garantiu ao estadunidense que o governo faz o possível para preservar a floresta e não desrespeita a legislação ambiental do país.

Bolsonaro recebe diversas críticas de vários líderes em relação à gestão de combate ao desmatamento na região amazônica, que registra alta. Em abril deste ano, 1.013 km² de floresta foram devastados, conforme os dados do sistema de alertas do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Esse é o maior número para o mês desde o início da série histórica, em 2016.

Já nesta sexta-feira (10), Bolsonaro se reuniu com os presidentes Iván Duque Márquez (Colômbia) e Guillermo Lasso (Equador), além de ter participado da segunda sessão plenária da Cúpula das Américas. À tarde, o líder brasileiro embarcou para Orlando, onde inaugurará o vice-consulado do Brasil.

📲 Confira as notícias do Gazeta do Dia
📲 Siga a gente no Facebook
📲 Siga a gente no Instagram
📲 Siga as notícias no Google News