Jovem de 18 anos vira réu por matar a própria mãe em Nova Andradina

Matheus Gabriel Gonçalves dos Santos se tornou réu pela morte da própria mãe, Marta Gouvêa dos Santos, assassinada em Nova Andradina (MS).

Matheus, à esquerda, e a mãe, Marta Gouvêa, que foi morta em janeiro deste ano. Foto: Reprodução
Matheus, à esquerda, e a mãe, Marta Gouvêa, que foi morta em janeiro deste ano. Foto: Reprodução

Matheus Gabriel Gonçalves dos Santos, de 18 anos, se tornou réu pela morte da própria mãe, Marta Gouvêa dos Santos, de 37 anos, assassinada com 30 perfurações de chave de fenda na região da cabeça e do pescoço. O crime ocorreu na cidade de Nova Andradina, a 298 quilômetros de Campo Grande, sendo o corpo da mulher localizado no dia 23 de janeiro deste ano.

O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou Matheus Gabriel pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil, à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido, também por ocultação de cadáver. Além disso, o crime pode ser tipificado como feminicídio. A denúncia foi aceita pelo Poder Judiciário e a pena pode chegar a 30 anos de prisão.

Matheus foi preso no dia 4 de fevereiro, doze dias após o corpo da mãe ser localizado. Inicialmente, foi ouvido como testemunha, mas os depoimentos levantaram suspeita sobre o rapaz. Além da polícia apurar que o filho mantinha comportamento de posse sobre a mãe, investigação apontou que Matheus teria feito ameaças, afirmando que Marta era pecadora e sua hora estava chegando.

O rapaz teria planejado a morte da mãe o que foi confirmado após semanas de diligências. Além disso, quebra de sigilo telefônico apontou que ele revelou a um amigo, antes mesmo de uma perícia ser realizada no corpo da mãe, que ela havia sido morta com golpes de uma chave philips. Nem a própria polícia tinha essa informação.

Conforme o site Jornal da Nova, Matheus está em uma cela no Estabelecimento Penal Masculino Regime Fechado em Nova Andradina e não constituiu advogado.

O caso – Marta Gouvêa foi encontrada morta em área de mata, no anel viário de Nova Andradina, no fim da tarde de domingo, no dia 23 de janeiro, horas depois da vítima ter saído para pedalar. As roupas da mulher estavam rasgadas e a bicicleta a alguns metros do corpo. A polícia ainda apura se houve estupro. O corpo tinha 30 golpes de objeto perfurante, que se concentravam na região da cabeça, sendo 24 no pescoço e seis no rosto.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!