Menina indígena de 11 anos é estuprada e jogada de paredão de pedra em Dourados

Uma menina de 11 anos foi estuprada e jogada de um paredão de pedra, na Reserva Indígena de Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Criança foi jogada de altura de 20 metros em pedreira desativada. Foto: Dourados News/Reprodução
Criança foi jogada de altura de 20 metros em pedreira desativada. Foto: Dourados News/Reprodução

Uma menina de 11 anos foi estuprada e jogada de um paredão de pedra, na Reserva Indígena de Dourados, no Mato Grosso do Sul. O corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira (9), em uma pedreira que fica entre as aldeias Jaguapiru e Bororó.

De acordo com as informações preliminares, a menina, da etnia Kaiowá, moradora na aldeia Bororó, teria sido vista consumindo bebida alcoólica com um parente ontem à tarde, nas proximidades do local onde foi encontrada morta. Três adolescentes suspeitos do crime já foram detidos e levados para a delegacia para serem ouvidos.

No topo do paredão, de pelo menos 20 metros, foram encontradas as roupas da menina. A suspeita é que ela tenha sido jogada ainda com vida e morreu ao bater nas pedras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!