Mulher é socorrida pelos bombeiros após ataque de capivara

Uma mulher de 56 anos foi socorrida após ser atacada por uma capivara, na Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro.

Uma mulher de 56 anos foi socorrida após ser atacada por uma capivara, perto da Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro.

A mulher foi levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon.

Segundo o biólogo Mário Moscatelli, os animais silvestres costumam fugir do contato com os humanos. A capivara, diz ele, é um animal que não costuma ser agressivo a não ser que se sinta ameaçado. E, na sua opinião, o mais prudente é manter uma distância segura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Destaco, sem querer colocar a culpa nesse ou naquele motivo no atual ataque, que eu já presenciei pessoas quase que subindo nas capivaras ou passando a mão nas mesmas. Aí já viu, é uma roleta russa” — critica.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!