Polícia Federal cumpre mandados em Deodápolis contra fraudes no auxílio emergencial

Policiais federais cumprem em Deodápolis, dois mandados de busca e apreensão contra grupo suspeito de fraudar auxílio emergencial.

Policiais federais cumprem na manhã desta quarta-feira (27), em Deodápolis, dois mandados de busca e apreensão contra grupo suspeito de fraudar auxílio emergencial. As investigações da ação, denominada ‘Inescrupulosos’, começaram em maio deste ano, após análise de informações registradas na BNFAE (Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial).

De acordo com as informações iniciais, os investigados criavam contas em nome de terceiros através do aplicativo “Caixa Tem”.

Em seguida, os suspeitos pagavam boletos bancários, com os valores destinados e depositados em contas de titularidade dos próprios integrantes da organização.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça Federal, com a finalidade de identificar a participação de outros envolvidos ou vítimas nas fraudes bancárias.

Inescrupulosos 

O nome da operação faz alusão ao modo como atuavam os suspeitos. Eles se aproveitaram da pandemia do coronavírus para fraudar o auxílio emergencial pago pelo governo federal a pessoas em situação de vulnerabilidade diante do cenário.

Além da Polícia Federal, participam da ação o Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, TCU (Tribunal de Contas da União) e CGU (Controladoria-Geral da União).

Enfim, o que achou da notícia?

Então, nos siga no Facebook, Twitter e Google News. Assim você vai acompanhar as principais notícias do Brasil e do mundo no Gazeta do Dia!