Quem são os times que o Brasil vai enfrentar na primeira fase da Copa do Mundo 2022

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2022 no Qatar, colocou adversários conhecidos no início do caminho do Brasil na competição

Quem são os times que o Brasil vai enfrentar na Copa do Mundo 2022. Foto: Pool de Agências/Mowa Press
Quem são os times que o Brasil vai enfrentar na Copa do Mundo 2022. Foto: Pool de Agências/Mowa Press

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2022, que acontece entre novembro e dezembro deste ano no Qatar, colocou adversários conhecidos no início do caminho do Brasil na competição. Sérvia e Suíça, que estiveram no mesmo grupo da Seleção em 2018, e Camarões, participante da chave brasileira em 2014 e em 1994, compõem o grupo G da Copa junto com o Brasil.

A estreia do Brasil será diante da Sérvia, no dia 24/11, às 16 horas, no Lusail Stadium. Posteriormente, a Suíça será a oponente brasileira, no dia 28/11, às 13 horas, no Estádio 974. Por fim, a seleção brasileira encerra sua participação na fase de grupos contra Camarões, no dia 2/12, às 16 horas, novamente no Lusail Stadium. Todos os horários são os de Brasília.

Sérvia

Os sérvios, primeiros adversários dos brasileiros no torneio, se classificaram para o mundial (terceira participação como Sérvia) após liderar o grupo A das eliminatórias europeias, algo que obrigou Portugal a jogar repescagens para conquistar uma vaga. Contudo, no atual ciclo, a equipe dos Balcãs não conseguiu se classificar para a Eurocopa 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste ano, a Sérvia teve um crescimento de produção e está invicta há cinco jogos, válidos pela Liga das Nações. Nesta competição, os sérvios conseguiram o acesso da Liga B para a Liga A, após superar a Noruega de Haaland, principal adversária nessa disputa.

O elenco conta com nomes consolidados no futebol europeu, como Aleksandar Mitrovic (Fulham-ING), Dusan Vlahovic (Juventus-ITA), Dusan Tadic (Ajax-HOL) e Filip Kostic (Juventus-ING).

O atacante Mitrovic é o maior artilheiro da história da seleção sérvia, com 50 gols anotados em 76 partidas. Ele, assim como seu companheiro de ataque, Vlahovic, tem a bola aérea como uma grande virtude. Essa característica é potencializada pelo esquema de jogo do técnico Dragan Stojkovic, que atua normalmente com três zagueiros, algo que libera os alas para o apoio ofensivo. Isso, aliado a um meio de campo criativo, gera constantemente perigo para as defesas adversárias.

Em 2018, na fase de grupos, a Sérvia foi superada pelo Brasil por 2 a 0 no único confronto entre os times na história dos mundiais (sem considerar a antiga Iugoslávia).

Suíça

Assim como os sérvios, os suíços superaram uma grande seleção do futebol mundial nas eliminatórias para chegar à Copa do Mundo de 2022, onde eles disputarão pela 12ª o Mundial. A Suíça liderou o grupo C e mandou a Itália para a repescagem. Posteriormente, os italianos foram eliminados pela Macedônia do Norte nesta fase classificatória para a competição.

Na Eurocopa 2020, a Suíça novamente foi surpresa. Após se classificar para as oitavas de final entre as melhores terceiras colocadas, a seleção suíça eliminou a França, atual campeã do mundo, nas penalidades. Contudo, nas quartas, os pênaltis não foram favoráveis aos suíços, que perderam para a Espanha nesta etapa do torneio.

Porém, o ano de 2022 foi instável para a seleção suíça, que perdeu quatro dos cinco primeiros jogos no ano. Mas, nas últimas três partidas, a Suíça elevou seu nível de jogo e venceu todas elas, diante de Portugal, Espanha e Chéquia.

Taticamente, os comandados de Murat Yakin variam entre os esquema 4-2-3-1 e 4-3-3, com Granit Xhaka (Arsenal-ING) e Xherdan Shaqiri (Chicago Fire-EUA) como principais mentes criativas no meio, além de Breel Embolo (Monaco-FRA), principal referência no ataque.

Em 2018, no único confronto entre Suíça e Brasil na história das Copas do Mundo, aconteceu um empate por 1 a 1 na estreia dessas seleções na Rússia.

Camarões

Para chegar em sua oitava disputa de Copa do Mundo, Camarões superou a Argélia, campeã africana de 2019, na última fase classificatória da África para o Mundial. Os camaroneses voltam à Copa após não se classificarem em 2018. Desde então, no ciclo para o Catar, Camarões ficou na terceira posição da Copa Africana de Nações 2021, que foi disputada no início de 2022.

Porém, nos dois únicos jogos disputados contra equipes de fora do continente africano, os camaroneses saíram derrotados de campo, para Uzbequistão e Coreia do Sul.

O time é comandado pelo ex-jogador Rigobert Song, que lidera um elenco mesclado entre jovens atletas e jogadores experientes. Os nomes mais consagrados da atual seleção camaronesa são os dos atacantes Vincent Aboubakar (Al-Nassr-SAU) e Eric Maxim Choupo-Moting (Bayern-ALE), além do jovem goleiro Andre Onana (Inter de Milão-ITA).

Essa será a terceira vez que o Brasil terá Camarões pela frente na fase de grupos da Copa do Mundo. Nas outras duas oportunidades, em 1994 e em 2014, os brasileiros venceram sem problemas, por 3 a 0 e por 4 a 1, respectivamente.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Brasil e no mundo?

Então nos siga em nossas redes sociais, como o Facebook, Instagram e Google News. Assim, você acompanhará tudo sobre economia, esporte, tecnologia, saúde e muitas outras matérias interessantes.