Neymar está convencido de que Mbappé pediu sua saída do PSG, diz jornal

Crise envolvendo Mbappé e Neymar se acentua no PSG. Brasileiro estaria convencido que pediram sua saída do time.

Neymar está convencido de que Mbappé pediu sua saída do PSG. Foto: PSG/Site oficial.
Neymar está convencido de que Mbappé pediu sua saída do PSG. Foto: PSG/Site oficial.

Uma bomba relógio que explodiria a qualquer hora. Assim o Le Parisien descreveu como era tratada a crise entre PSG e Mbappé dentro do clube. O jornal detalhou os bastidores da ruptura na relação do jogador com o clube, que inclui a tensão entre o camisa 7 e Neymar.

Segundo a publicação, o projeto vendido ao atacante francês na renovação de contrato foi a contratação de um camisa 9 para atuar ao seu lado. Ele seria Lewandowski. Com isso, Neymar seria negociado por ocupar o mesmo setor em campo que Mbappé. Mas isso não aconteceu.

O Le Parisien diz que a ordem de negociar Neymar partiu do Catar, que é dono do clube. Mas a diretoria não encontrou uma saída para o brasileiro no mercado. O próprio jornal noticiou que o camisa 10 foi oferecido ao Manchester City, que recusou a transferência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Contratado após a renovação com o Paris, o diretor esportivo Luis Campos também não se opunha à saída de Neymar por entender que ele e Mbappé dividem a mesma posição. O brasileiro não deixou o PSG e não quer deixar o time. E, segundo o Le Parisien, está convencido de que o francês pediu sua saída do clube.

A tensão na relação dos dois atacantes ficou evidente na atual temporada e foi tema de reportagem do L’Equipe há duas semanas. Em campo e no dia a dia, ambos procuram não criar conflitos. Mas a comissão técnica acredita que esse distanciamento dos dois craques afetou o ambiente no vestiário e a evolução do time.

Insatisfação também de Luis Campos e Galtier

Mbappé gostaria de atuar no esquema 4-4-2, com um centroavante ao seu lado no ataque. Por isso, a promessa de que Lewandowski seria seu companheiro. O atual esquema de Christophe Galtier, com três zagueiros, não o agrada.

O L’Equipe também destaca a informação de que a contratação do atual camisa 9 do Barcelona foi prometida a Mbappé e Luis Campos pelos donos do clube. O PSG pretendia arrecadar pelo menos 150 milhões de euros na venda ou transferências de alguns jogadores para ir ao mercado.

O meia-atacante Bernardo Silva, do Manchester City, os zagueiros Skriniar, da Inter de Milão, e Fofana, ex-Leicester e agora no Chelsea, também estavam na lista. Mas o Paris acabou com nomes como Soler, do Valencia, e Fabián Ruiz, do Napoli.

Segundo o L’Equipe, Campos tem atritos com o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfï, que foi obrigado a aceitar a chegada do português por imposição do governo do Catar. Mas Khelaïfï buscou outro português, Antero Henrique, para integrar a diretoria e ficar a cargo das transferências.

As contratações frustradas e a relação com o presidente do PSG também desagradam Luis Campos. Tanto Le Parisien quanto o L’Equipe indicam que o dirigente português deixaria o clube em uma eventual saída de Mbappé. Com isso, Christophe Galtier, treinador de confiança de Campos, seguiria o mesmo caminho.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Brasil e no mundo?

Então nos siga em nossas redes sociais, como o Facebook, Instagram e Google News. Assim, você acompanhará tudo sobre economia, esporte, tecnologia, saúde e muitas outras matérias interessantes.