Primavera será de chuva e altas temperaturas em Mato Grosso do Sul

A Primavera, que começa dia 22 de setembro, deve ser de chuva e altas temperaturas, em Mato Grosso do Sul.

A Primavera, que começa dia 22 de setembro, deve ser de chuva e altas temperaturas, em Mato Grosso do Sul. É o que prevê o prognóstico da estação, divulgado pelo meteorologista Natálio Abrahão.

O levantamento mostra que outubro deverá ser o mês mais quente do ano, podendo ultrapassar 39°C nas regiões Leste e Oeste de Mato Grosso do Sul. Na região Norte, as temperaturas máximas pode chegar a 38°C.

Na região Centro, as máximas esperadas são de 35°C, em outubro; 34°C em novembro; e 33°C em dezembro. No Sul, é esperado 34°C, em outubro, e 33°C em novembro e dezembro; Leste 40°C, 39°C e 37°C, respectivamente; Norte 40°C, 40°C e 38°C; Oeste 41°C, 39°C e 37°C; Sudeste 36°C, 35°C e 34°C; e no Sudoeste, é esperado 36°C em outubro, 34°C em novembro, e 33°C em dezembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Devido ao aumento do calor e da umidade, as nuvens de trovoadas se intensificam gradativamente no decorrer do dia em toda a estação, as pancadas de chuva são violentas e causam com frequência enchentes e inundações”, diz parte do prognóstico.

De acordo com o meteorologista, o início das chuvas mais regulares começa na segunda quinzena de outubro. Será registrado chuva em todo o Centro-Sul, Sudoeste e Sudeste.  A região Norte, Leste e Oeste e parte do Nordeste deve ficar abaixo das medias para o Estado.

Em novembro, há chances de enchentes. As chuvas podem ficar acima das médias nas regiões, Central, Sul e Sudoeste, e dentro das médias nas regiões Norte, Nordeste e Oeste do Estado.

O extremo Sul pode apresentar volumes na média no entre outubro e novembro, nos municípios de Maracaju, Dourados, Bonito, jardim, Ponta Porã, Amambai e Sete Quedas. Em dezembro, as chuvas em Mato Grosso do Sul serão mais regulares e dentro do esperado.

As rajadas de ventos podem ser superiores a 60 km/h, em Mato Grosso do Sul, principalmente no mês de outubro e parte de novembro.

“A chegada de frentes associadas aos ventos fortes pode trazer também, descargas elétricas, trovoadas e pancadas de chuva associados ao granizo nesses dois primeiros meses da estação.  É normal esses eventos no fim de tarde, começo da noite e madrugadas”, destaca Abrahão.

Em relação a baixa umidade, não é de se esperar valores mínimos abaixo dos 20%. No entanto, pode ocorrer ocasionalmente nas regiões Leste e Norte, entre setembro e outubro.

La Niña 

Segundo a OMM (Organização Meteorológica Mundial), há chances de enfrentar um “episódio triplo” da La Niña.

O fenômeno meteorológico acontece devido a queda na temperatura das águas na região dos mares do Equador, podendo causar tanto secas como chuvas intensas. Essa será a primeira vez nesse século que o “episódio triplo” acontecerá.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Brasil e no mundo?

Então nos siga em nossas redes sociais, como o Facebook, Instagram e Google News. Assim, você acompanhará tudo sobre economia, esporte, tecnologia, saúde e muitas outras matérias interessantes.